25 de ago de 2013

Diretor e roteirista de "Instintos de Volúpia" explica, em vídeo, a realidade brasileira que justifica a produção do filme

Neste domingo 25 de agosto, o diretor, roteirista e produtor do filme "Instintos de Volúpia", Terry Marcos Dourado, publicou na internet um vídeo com quase 12 minutos de duração onde comenta a realidade brasileira que justifica a importância e a necessidade de uma produção audiovisual que aborde, de uma forma mais direta e objetiva, com uma linguagem cinematográfica diferenciada e inédita, que priorize o realismo no mais puro estilo "Cinema Verdade" uma história fictícia mas construída embasada em fatos reais, a abordagem de tema comportamental polêmicos nas áreas de sexo, prazer, homossexualidade, preconceitos e violências homofóbicas.

A conscientização para as "práticas sexuais seguras", focando na prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, principalmente o HIV/Aids e também a questão das violências homofóbicas, são os focos principais do curta-metragem. O público alvo principal deste filme é formado por gays e homens que fazem sexo com homens (HSH), que não são necessariamente homossexuais; também as travestis e transexuais com vida sexual ativa.

No vídeo gravado há dois dias, Terry Marcos Dourado revela algumas novidades que vêm por aí no filme "Instintos de Volúpia". Assista ao vídeo clicando sobre a imagem abaixo:


Visitas